foto

Nem Fé Nem Santo

Mallu Magalhães

Eu 'tô assim sem fogo
Não quero jogo
nem competição
que o tempo aqui é cego
Não vou ser prego
da televisão

Eu 'tô sem fé nem santo
e peço tanto que me deixem em paz
Que o hoje em dia é quieto
Já quis ser reto
eu não quero mais

Vou caminhando,
vou ver o sol se pôr
eu vou na calmaria
até onde eu não queria
e vou andando
vou vendo o sol e a cor
já canso de apagar
imploro pra poder voar

Caí assim sem vontade
pela metade
eu vivo a esperar
Meu coração tá manso
eu só descanso
e espero passar.





publicidade