foto

As Coisas

Mallu Magalhães

Há quem veja o invisível
Há quem faça o impossível
Depois de tudo, alguma coisa vem dizer que tudo bem
A gente passa cada uma
E se molha em cada chuva
A coragem que a gente nem sabia, mas tem

Eu sei, as coisas não são fáceis
Vão e vêm tão incompressíveis
E, talvez, seja bom que seja assim
Que a gente canta, grita, chora e briga
Mas depois dança e ama a vida
Essas coisas que a gente não entende dе onde vêm

Há quem veja o invisível
Há quem faça o impossível
Depois de tudo, alguma coisa vem dizer que tudo bem
A gente passa cada uma
E se molha em cada chuva
A coragem que a gente nem sabia, mas tem

Eu sei, as coisas não são fáceis
Vão e vêm tão incompressíveis
E, talvez, seja bom que seja assim
A gente canta, grita, chora e briga
Mas depois dança e ama a vida
Essas coisas que a gente nem entende de onde vêm
E tudo bem, que as coisas não são fáceis
Vão e vêm tão incompressíveis
E, talvez, seja bom que seja assim
Que a gente canta, briga, chora e grita
Mas depois dança e ama a vida
Essas coisas que a gente nem entende de onde vêm

Há quem veja o invisível
Há quem faça o impossível
Depois de tudo, alguma coisa vem dizer que tudo bem
publicidade
publicidade