Naufrago

Majur

Íris de cor
Borboletas embrulham
Só pra você, oferto o mais belo de mim
Só pra você, fiz essa canção
É amor, emoção
Sons de trovão
Peguei minha caixa de giz
Estendi a mão, se deixa ir

Deixa eu colorir suas paredes brancas
Desvendar as dobras do seu coração
De papel, mel, veneno, mortífero, ingênuo
Menina, você veio do céu

Deixa eu colorir suas paredes brancas
Desvendar as dobras do seu coração de papel
Deixa eu entrar, florir, fluir uma chance
Se deixa ir, eu

Deixa colorir
Colore com a caneta do meu eu
Deixa fluir
Teu corpo estampado no meu
Não vou cair
No medo de não caber no teu verso
Então eu messo, imerso, inserto
Deixa sorrir
Teus traços são o meu melhor hotel
Deixa sentir
Tua voz é como leve cordel
Não vou fugir
Se em ti encontro meu pincel
Pra colorir, sorrir sem ser cruel

Deixa eu colorir suas paredes brancas
Desvendar as dobras do seu coração
De papel, mel, veneno, mortífero, ingênuo
Menina, você veio do céu

Deixa eu colorir suas paredes brancas
Desvendar as dobras do seu coração de papel
Deixa eu entrar, florir, fluir, com a chance
Se deixa ir, eu


Colorir
Album: Colorir
Gravadora: Majur
Ano: 2018
Faixa: 2
Aviso Legal - Política de Privacidade