foto

Vamos pra Rua

Maglore

Quem reclama, faz a cama
Na varanda que tem
Nas calçadas, nas cabeças
Sonhos não se perdem
Dentro desses quartos
Cheios de armários
Nascem movimentos
Que estamos por ter
Criando abstrações tão raras
Que dançam nuas
Onde ninguem mais vê

Traga o mundo mais perto
De onde você quer chegar
Vamos pra rua
Vamos pra rua
Gosto de apartamento
Mas já é hora de andar
Vamos pra rua
Vamos pra rua
Toque o céu
Com as mãos em luzes de neon

Céu e praças, nas sandálias
Gozo de sensações
Hoje as palavras dão preguiça e mais dispersão
E esses pés descalços, valem mil sapatos
Samba e sentimento em emancipação
Vindos de tão longe
Coração adentro e afora
Carona pra são paulo, gratidão

Traga o mundo mais perto de onde você quer chegar
Vamos pra rua
Vamos pra rua
Gosto de apartamento
Mas já é hora de andar
Vamos pra rua
Vamos pra rua
Toque o céu com as mãos em luzes de neon
Outro espaço, outros corpos
Em carnais espiritusos
Sem orgasmos virtuais

Traga o mundo mais perto de onde você quer chegar
Vamos pra rua
Vamos pra rua
Gosto de apartamento
Mas já é hora de andar
Vamos pra rua
Vamos pra rua

publicidade