Tava naquela que dá dó
Olhando a lua andar só
Gota de chuva, nota dó
Sinto o tempo descontente ao redor
Como o puro alimento dessa horta

Mesmo se tudo juntar por aí
Em nós, o só há de sempre existir
publicidade
publicidade