Luiz Caldas

Maldição

Luiz Caldas

Eu estremeci, eu gelei, morri
Escavei o chão, fui pra solidão
Através do ar parei de respirar
Fiz a situação, peguei a contramão

Bolas de fogo,
Maldades da imaginação!

Eu ressuscitei, não morri, gelei
Matei a paixão, não lhe dei a mão
Quis lhe sufocar, lhe estraçalhar
Tomar o seu lugar e quis lhe jogar

Bolas de fogo,
Maldades da imaginação!

Eu estremeci, eu gelei, morri
Escavei o chão, fui pra solidão
Através do ar parei de respirar
Fiz a situação, peguei a contramão

Bolas de fogo,
Maldades da imaginação!

publicidade