Como se estivesse num conto de fadas
E não houvesse mais escuridão
Fazer do seu destino a minha estrada
Achar um lugarzinho no seu coração

E então tentar fazer você gosta de mim
Declarar que morro de vontade e que estou afim
Te esperar pra ver o que é que pode acontecer
Suportar pois até de olhos fechados
Eu posso te ver

Se provo uma fruta eu sinto teu beijo
É o que não existe sendo real
Não se tem culpa quando desejo
é extremamente natural

Um jardim eu seria pra você cuidar de mim
Querubim como um anjo ver você dormir
Dividir ser o talo e você a flor
E o amor esse nunca teve culpa de existir

Aceito o presente mas faço o futuro
Me entrego a Deus e a suas mãos
Mas basta um sorriso e eu viro um menino
E corro nos campos da imaginação
Aceito seu sim e seu não
Seu não

Flutuar e do alto acompanhar você
Enfeitar o caminhos pra você correr
Sempre estar do seu lado pra te entender
E te ajudar a viver


publicidade