Lucas Lucco

Sertanejo Lucas Lucco

Aí Eu Vou

Lucas Lucco

Toda briga com você começa simples assim,
É só olhar pro lado, hoje eu não tô afim,
Ontem já brigamos, pela mesma história.

Olha a minha agenda, trinta vezes por mês,
Procura nas mensagens motivo outra vez,
Me faz jurar mil vezes que eu sou só seu.

Não vê que não há motivos pra desconfiar?
Só mesmo o amor pra me fazer te aguentar!
Me xinga, faz bagunça, e diz que nunca fui seu,
Mente na cara dura que já me esqueceu,
Mostra sua raiva, toda a sua ira.

Em toda briga é sempre essa mesma história,
Me xinga, rasga tudo e diz que vai embora,
Me manda pro inferno, mas você já sabe amor,
Só vou se você também for,
Aí eu vou, aí eu vou,
Mas só se você for,
Aí eu vou meu amor

Não vê que não há motivos pra desconfiar?
Só mesmo o amor pra me fazer te aguentar!
Me xinga, faz bagunça, e diz que nunca fui seu,
Mente na cara dura que já me esqueceu,
Mostra sua raiva, toda a sua ira.

Em toda briga é sempre essa mesma história,
Me xinga, rasga tudo e diz que vai embora,
Me manda pro inferno, mas você já sabe amor,
Só vou se você também for
Aí eu vou, aí eu vou,
Mas só se você for,
Aí eu vou meu amor,
Mas só se você for...

Aí eu vou, aí eu vou,
Mas só se você for,
Aí eu vou meu amor
Aviso Legal - Política de Privacidade