Eu vou partir, vou nesta madrugada,
Ver minha namorada, que me mandou me chamar,
Eu vou pegar minha besta ruana
Trago a curitibana que está no Paraná!

Adeus, adeus minha companheirada
Olhem minha boiada até quando eu voltar!
Eu vou buscar a cabocla serrana
Linda curitibana com quem vou me casar!

Quando cheguei vendo um golpe doído,
Ela tinha morrido, para o céu foi morar
Quanto eu chorei, minha sorte tirana
Adeus curitibana, e adeus Paraná!


publicidade
publicidade