Lobão

Sozinha Minha

Lobão

Sozinha minha‚ quando vejo a tua cara
Triste quando cala‚ triste quando fala
Eu vejo o silêncio da dor

Sozinha minha‚ o teu gesto que desaba
Grita quase lágrima‚ rima quase lágrima
Esquece os teus olhos em mim
Sem tentar dizer

Que tá tudo igual
E todo mundo anda desse jeito
Sempre o mesmo jeito
Que só dá vontade de sumir

Porque tá tudo igual
E todo mundo anda desse jeito
Sempre o mesmo jeito
Então me abraça e esquece
Todo o luto que esse mundo tem
publicidade