Jorge Vercillo

Ventou Ventou

Jorge Vercillo

Roda moinho
Trazendo boas novas, quem será?
Despenteando toda mangueira,
O vento quer brincar!
Lá vem mocinho
Em zigue e zague pelo capinzal,
Levanta as saias, tremula bandeira
Bateu no mar,

Ventou, ventou
E a maresia me ensinou:
O vento traz no ventre
O teu amor, amor.

Ventou, ventou,
Vento, ventou, ventou...
O vento traz por dentro
O teu amor.
publicidade