foto

Retrato de Saudade

João Nogueira

Essa dor
Que enche meu peito de ansiedade
É de amor
É uma herança
Um resto de lembrança
Um laço de saudade

Essa dor
É o retrato sem cor
Da minha mocidade
É minha ausência de paz
Minha falta que faz
Minha cara metade.

Essa dor
É uma aparência de serenidade
Sem valor
É um castigo
Um sofrimento antigo
Uma fatalidade

É o fardo de um sonhador
Mas não guardo nenhum rancor
Que aprendi a poder conviver com essa dor.

Essa dor
Que sem eu perceber me invade
A me expor
É um desgosto
Um risco a mais no rosto
Em plena flor da idade

Essa dor
É o que me restou
De uma velha amizade
É uma sombra no ar
Sempre a me acompanhar
Pelo chão da cidade

Essa dor
É uma carência de felicidade
Que acabou
É um espinho
Cravado em meu caminho
Atrás de eternidade

É um lamento desolador
E eu já nem tento mais me opor
Porque agora eu já sei
Vou morrer com essa dor.
publicidade
publicidade