foto

Outros Tempos

João Nogueira

Acorda que é dia lá fora
Levanta vamos simbora
Que é hora de trabalhar
A bobeira nunca levantou poeira
Trabalha que nem coceira é só começar

Acende o fogo da chaleira
Arreda o corpo da esteira
Que a vida não sabe esperar
Capoeira não tem medo de aroeira
Ou joga de brincadeira ou dá pra matar

A chuva inundou o jardim
o sol já não deixa plantar
Se foi o cheiro de jasmim
E agora essa seca ruim
Queimou o pé de manacá

Recorda o tempo da fogueira
A gente falava besteira
E ria até se enroscar
A viola puxava d'uma rancheira
E a gente a noite inteira
Ficava a dançar

Agora o mundo é assim
A bomba sempre a ameaçar
A guerra já não tem mais fim
Quem vai acender o estopim
Agora é só esperar

publicidade
publicidade