foto

Meu Caminho

João Nogueira

Chorei a dor que não senti
Amei amores que nem vi
Falei de sonhos que eu nunca tive
Deixei amigos nos lugares onde estiver.

E agora escravo da poesia
Eu vivo a falta de um amor
Juro, eu juro eu não sabia
Que ser poeta é ser um sócio da dor;
Que ser poeta é ser um sócio da dor.

Sigo um caminho de rotas escuras
Bebo em cada trago gotas de loucura
Um verso pra dizer, um jeito de chorar
Até o dia do amor voltar
publicidade
publicidade