foto

Tudo De Novo / Espuma De Cerveja (Ao Vivo)

João Neto e Frederico

(Segura esse modão, Brasil)
(Isso é clássico, gente)

Eu quero tudo de novo
Sentir seu corpo suado e molhado de beijos
Eu quero sempre mais
Ah, como eu quero mais

Eu quero tudo de novo
Olhos nos olhos queimando de tanto desejo
Eu quero sempre mais
Ah, como eu quero mais
Você

A roupa que eu quero vestir essa noite é você
Pra descobrir as estrelas do nosso prazer
Como se o tempo e a vida
Ficassem parados pra nós
Numa viagem debaixo dos nossos lençóis
Numa viagem debaixo dos nossos lençóis

('Bora mais uma?)
(Essa aqui já fez muita gente chorar e beber assim)

Numa boate eram quase meia-noite
Eu fui beber pra esquecer quem me esqueceu
Quando vi sentada em uma mesa uma mulher
Com um problema igual ao meu
Ao meu convite ela sentou-se em minha mesa
Uma cerveja foi o brinde à nossa dor
E na espuma que cobria os nossos copos
Um velho amor cedeu lugar a um novo amor

Espuma da cerveja
Vai acabando aos poucos
Espuma da cerveja
Quase me deixa louco

Espuma da cerveja
Vai acabando aos poucos
Espuma da cerveja
Quase me deixa louco



Enviada por rockeirocma


publicidade
publicidade