foto

Por Te Amar Assim / A Dor Desse Amor (Ao Vivo)

João Neto e Frederico

Você ficou em mim, dentro de minha alma
Feito uma tempestade que nunca se acalma
Amor que me pegou de um jeito inesperado

No teu nome é um grito preso na garganta
Te vendo acompanhada parecendo santa
E eu querendo ser quem está do seu lado

Será
Do jeito que você quiser, assim será
Mesmo que toda vida eu tenha que esperar
Eu ficarei guardado nesse sentimento

Por te amar assim
A felicidade é o meu castigo
Será que tanto amor pra mim é proibido?
Estou morrendo aos poucos por sonhar contigo

Por te amar assim
Desejo a tua boca sem poder beijá-la
Desejo a tua pele sem poder tocá-la
E queimo de vontade a cada madrugada
Por te amar assim
Por te amar assim
Por te amar assim

Desejo a tua boca sem poder beijá-la
Desejo a tua pele sem poder tocá-la
E queimo de vontade a cada madrugada
Por te amar assim
Por te amar assim
Por te amar assim

(Bora mais uma cho-) nada, João Neto
(Essa é boa, heim) s'imbora
(João Neto e Frederico na intimidade)

Perdoa se estou te ligando, amor, nesse momento
Mas me fazia falta escutar de novo
Só por um instante, sua respiração

Desculpa, sei que estou quebrando o nosso juramento
Sei que existe outro no seu pensamento
Mas meu coração pediu pra te dizer

Que eu estou morrendo
Morrendo por dentro
É tanta saudade morando em meu peito, uh, uh

Vida, devolva minhas fantasias
Meus sonhos de viver a vida
Devolva-me o ar
Sem teu carinho
Meu mundo fica tão vazio
E os dias quentes são tão frios
E as noites me trazem
A dor desse amor

Vida, devolva minhas fantasias
Meus sonhos de viver a vida
Devolva-me o ar
Sem teu carinho
O mundo fica tão vazio
Os dias quentes são tão frios
E as noites me trazem
A dor desse amor (vida)

(Devolva minhas fantasias)
Meus sonhos de viver a vida
Devolva-me o ar
Perdoa se estou te ligando, amor, nesse momento
Mas me fazia falta escutar de novo
Só por um instante
(Sua respiração)

Enviada por quezia


publicidade
publicidade