foto

Pago Dobrado / Duas Camisas (Ao Vivo)

João Neto e Frederico

(Essa é boa demais)
(S'imbora, meu povo)
(Ô, Goiás)
(Segura, Brasil)

Me diz agora qual foi o preço
Que ele pagou pra levá-la de mim
O que é que ele tem que eu não tenho
Que lhe convenceu tão fácil assim

Mas amo tanto e não vou permitir
Estou preparado seja como for
Vou cobrir a proposta que ele te fez
Nesta briga não quero ser o perdedor

Se ele der carinho
Eu lhe dou ternura
Se ele der afeto
Eu lhe dou afeição
E se for dinheiro
Eu pago dobrado
Para não perder o seu coração

Se ele lhe prender
Eu lhe dou liberdade
Se ele enxuga o pranto
Eu lhe tiro a dor
Já estou disposto a lhe dar minha vida
Para não perder essa guerra de amor

(Ihu) aô (s'imbora)
(Vamo' cantar essa aqui com a gente)
(É João Neto e Frederico na intimidade)
(Só modão)

Você agora vai decidir
Qual de nós dois
Será o homem que você quer
Para viver
Assim não posso
Continuar
Você me encontra durante o dia
E quando é noite, tem de voltar

Se eu tiver duas camisas
E alguém chegar com frio, uma eu darei
Mas no amor sou egoísta
Eu não quero sentir um sócio
Jamais, querida, consentirei

Mas no amor sou egoísta
Eu não quero sentir um sócio
Jamais, querida, consentirei

Enviada por theuveloso


publicidade
publicidade