foto

Luz Da Minha Vida / Castelo De Amor (Ao Vivo)

João Neto e Frederico

Quem nunca cantou
E quem nunca ouviu essa sequência aqui nos boteco
Nunca foi no boteco
É verdade (nunca tomou uma)
Vamo' fazer ela agora? Vamo'
Simbora sanfoneiro, 'cê puxa aí vai
Assim ó
Aôh, ihul, desce uma gelada aqui

Luz da minha vida mulher adorada dona dos meus beijos
Volte aos meus braços suplico chorando em nome do amor
Serei seu marido, amante ou escravo que você quiser
O que eu não posso é continuar neste mundo de dor
Sem você comigo a vida é castigo tudo é solidão
A noite em meu leito paixão e despeito me impedem dormir
Por isso eu peço seu breve regresso tenha compaixão
Ou serei o homem mais triste da Terra sem você aqui
Minha pobre vida, já não tem sentido
Sou barco perdido num mar de tristeza sem os beijos seus
Traga-me seu corpo para os meus abraços
Mate meu cansaço, ilumine meus passos pelo amor de Deus

Arrepia sanfoneiro
Vem com João Neto & Frederico assim Na Intimidade

Num lugar longe, bem longe, lá no alto da colina
Onde vejo a imensidão e as belezas que fascinam
Ali eu quero morar juntinho com minha flor
Ali quero construir nosso castelo de amor

Vem que eu te acolho direitinho, bom demais

Quando longe, muito longe surge o sol no horizonte
Fazendo rajas no céu, fazendo clarão nos montes
Aquecendo toda a terra, bebendo o orvalho das flores
Quero brindar com carinho nosso castelo de amor

Quando um dia nossos sonhos tornarem realidade
Unidos então seremos em plena felicidade
Aí então cantaremos louvores ao Criador
Será mesmo um paraíso nosso castelo de amor

Enviada por ajgl


publicidade
publicidade