foto

Crime Perfeito / Não Vou Mais Chorar / Moda Derramada (Ao Vivo)

João Neto e Frederico

Não adiantou trancar a minha porta
Entrou pela janela
E me fez prisioneiro das vontades dela
Fiquei de mãos atadas

Não pude impedir
Depois saiu levando o que tinha mais valor
E nessa correria esqueceu do amor
Da saudade

Me pegou desprevenido
Eu nunca suspeitaria
Meu mundo desabando inteiro em menos de um dia

Teu cheiro pelo ar
Teus rastros pelo chão
E eu fui outra vitima
Da sua ingratidão

Eu fui o seu refém desse crime perfeito
Levou o que era meu
Você não tem direito
De me amar e fugir
Agora

Eu vou reconstruir tudo feito um bobo
Mesmo sabendo que vai me roubar de novo
Só assim eu te vejo outra vez


Te esquecer era o que eu mais queria
O que fez comigo é covardia
Você pisou, machucou meu coração
E não pensou nas consequências
Dessa paixão

Você pisou, machucou meu coração
E não pensou nas consequências
Dessa paixão

E agora escute bem vou lhe dizer
Já não te quero mais
Esse papo de agora amar
Comigo não rola mais

Não vou mais chorar
Por quem me magoou
Agora você dançou
Vou procurar um novo amor
Que saiba me amar
Saiba me dar valor
Agora você dançou
Vou procurar um novo amor


Se o seu plano era me ver sofrer
Cê ta de parabéns
Ele ta dando certo
Eu já tô no boteco
E não paro de beber

Não desejo o que tô passando pra ninguém
Nem meu melhor amigo, bebe mais comigo
Cansou de ouvir sobre você

A mesma conversa de sempre
Você some, não responde, não me atende
E todo mundo tá sabendo tudo que você apronta
Eu fico remoendo

Garçom desce mais uma
Mas pode trazer a mais gelada
Aumenta o som aí que a moda é derramada
Eu viro outro copo e grito a ô paixão
Essa tá gelada igual o seu coração
publicidade
publicidade