Joanna

Agora

Joanna

Agora eu caminho diante da vida sem medo
E parto prá cima das coisas inteira
Pois hoje eu trago no peito
A simples certeza
De que amar nunca foi conjugar
Só o verbo sofrer
Tira essa dor do caminho
Que eu vou sair por aí
É primavera no meu coração
E eu nem quero saber se sofri
É como se então de repente
Luz do sol novo dia
E dessa vez vou chorar toda minha alegria.
publicidade