foto

Personal Saturno, Júpiter Privé

Jay Vaquer

Quis encontrar
Algum sinal de vida
Em personal saturno
Quis respirar
Vestígio de oxigênio
Em jupiter privé

Fosse qual fosse o nome do planeta hostil
Que você recriava pra brincar de deus

Se era minha essa missão
"viajar por si só"
Orbitar em torno de lembranças
Do quanto sonhei
Enquanto busquei
Coisa de outro mundo
Coisa desse mundo meu

Queria o céu
Nem alcançava o chão
Em personal saturno
E habitei nesse singular planeta hostil
Gravitando memórias do que foi melhor

Se era minha essa missão
"viajar por si só"
Orbitar em torno de lembranças
Do quanto sonhei
E quanto desejei
Coisa de outro mundo
Coisa desse mundo meu

Por lá, tantas luas, nenhum céu,
E os "luares das luas" não tinham um mar
Mas ainda procuravam por seus olhos...

Não enxerguei
Na imensidão do breu
Se o sol era você
Em personal saturno
Em jupiter privé
publicidade
publicidade