foto

Dia Desses

Jay Vaquer

Dia desses
E era você perguntando o meu nome
Feito quem pergunta as horas
Com o relógio no pulso

De repente um medo de ficar só
Sei que amava essa ideia de estar com alguém
Embora não amasse além do espelho

Dia desses
E era você tatuando o meu nome
Feito quem devora sobras
Num presságio avulso

Me tratando a bolor nesse pão de ló
À queima roupa, errou seu disparo
E transformou em alvo o próprio pé

Bom saber
Mas qual foi a parte que ficou incompreendida?
Quer fazer
Um estardalhaço na janela da minha vida
Sublime onde o silêncio está

Num total descompasso
Com a educação
Foi querendo o meu braço
Nem reparou
No dedo médio dessa mão...

Bom saber
Mas qual foi a parte que ficou incompreendida?
Quer fazer
Um estardalhaço na janela da minha vida
Sublime onde o silêncio está

Dia desses
E era você maldizendo o meu nome
Justo quem defende as regras
Se o juiz for expulso

Dia desses
Um "dia-outro",
Um "dia-ontem" e
Um "dia-nunca-mais"
Dia desses
publicidade
publicidade