Ouvir músicas de Humberto Gessinger

Cadê?

Humberto Gessinger

Um solo tão ressecado
Não aceita o que a semente traz
Uma esponja tão encharcada
Já não absorve nenhuma gota a mais

Estiagem ou enchente
seguir em frente ou voltar atrás
Tá com tudo mas tá carente
Indiferente, nada satisfaz

Cadê, cadê o espelho que ninguém vê?
Cadê, cadê a humanidade em você?

É certo que entramos nessa
Ignorando todos os sinais
É tarde pra pisar no freio
Eu vi a placa passar quilômetros atrás

Telescópio ou microscópio
Escolha a lente que te satisfaz
É invisível a olho nú
Mas o espelho quebrou
E no escuro tanto faz

Cadê, cadê o espelho que ninguém vê?
Cadê, cadê a humanidade em você?
Cadê?

Cadê, cadê o espelho que ninguém vê?
Cadê, cadê a humanidade em você?
Cadê, cadê o espelho que ninguém vê?
Cadê, cadê humanidade?
  • publicidade