foto

Néctar de Helena

Haikaiss

Denso, tão intenso, desviou meu senso de hombridade
Tento não pensar mas sempre penso
A luta com a mente é curta, e perco
Com o coração eu venço, a comemoração

Não revelo o endereço
Amor sempre deixa cicatriz,
Pra quem passa em filias e esquece da matriz
Mas diz que não é bom se envenenar ?!

Meio difícil de deixar passar, mas muito pior
A gente esquecer de gostar
Por você, foda-se! mas por mim, não é assim
Já sabia no começo que teria o fim

E eu driblo, faço passes, spinardi na tabela,
Toco a bola e na raça ele passa, ninguém rela
É só ver, f2d, é nosso role

Castelo, favela ou apê
Vai caça, café photo, praça, mas não
Na pôr-do-sol que hoje eu quero que ele nasça

Aproveita essa noite e sai pro role
Liga todo mundo e pede, cola aqui
Sozinho no apê, mas tem que trazer
A massa, as breja, garrafas..
Mas só mina (8x)

Minas, sozinhas, carentes, vizinhas ausentes
Todas safadinhas que estiverem online
Põe vestidinho de marca, mas a calcinha marca
Então põe, ninguém se opõe e se for por (... nada!)

Prefiro não falar pois no ranking
Se queima quem faz rap e não quem faz funk
E eu só gosto de assistir elas dançarem
Assim como me gusta todos homens venerarem

Com o néctar que afeta todos nós
Abertos a propostas indecentes vindas da sua voz
Lindas fazem nós com linhas de raciocínio feminino
Enquanto inibem seu fascínio

Brindo cada um dos mesmo homens nessa cena
Zé mayer, manuel, mas que provaram de helena
Do néctar, que assim como um rapper
Tenho que te lembrar que no brasil pimp é só no chaves

Viu hector bonilha

Aproveita essa noite e sai pro role
Liga todo mundo e pede, cola aqui
Sozinho no apê, mas tem que trazer
A massa, as breja, garrafas..

Mas só mina

Me fez perder o eixo, satisfez o desejo
E observo o desfecho
Deixo ir embora e não queixo
publicidade