Gueixa No Tatame

Gilberto Gil

Não sou de queixa
Mas a gueixa me iludiu
Logo de cara, umeboshi
Uma ameixa salgada
Quieto, seu mano engoliu
Um forte impacto no ilíaco
Mas se era afrodizíaco, tudo bem
Gueixa não é sempre que se tem assim
Depois ela serviu, sake, sushi, nato, tofu
Como encontrar apetite pra tanto palpite no menu
Não sei se vinha da ameixa mas a deixa era
Luzes, câmera, ação !
Não aguentava mais meu coração

Minha gueixa no tatame
Parecia um camafeu
Uma gueixa no tatame
E eu ali perto do céu
Olhei pra ela e disse
Sonho, sonho meu
Nesse mesmo instante
Incontinente ela adormeceu
Não foi possível libertá-la do morfeu

Envie essa música para um amigo

Album: Banda Larga Cordel (2008)
Gravadora: Warner Music Latina
Ano: 2008
Faixa: 10
  • publicidade
  • Top Músicas
  • 01 Vamos Fugir
  • 02 Andar com Fé
  • 03 Treze De Dezembro
  • 04 Tarde Em Itapoã
  • 05 Beira Mar
  • 06 Sitio Do Pica-Pau Amarelo
  • 07 Deixar Você (Primeira Versão)
  • 08 Tempo Rei
  • 09 Não Chores Mais
  • 10 A Ultima Valsa