Abertura - Realce

Gilberto Gil

Não se incomode
O que a gente pode, pode
O que a gente não pode, explodirá
A força é bruta
E a fonte da força é neutra
E de repente a gente poderá

Realce, realce
Quanto mais purpurina, melhor
Realce, realce
Com a cor do veludo
Com amor, com tudo
De real teor de beleza

Realce, realce
Realce, realce

Não se impaciente
O que a gente sente, sente
Ainda que não se tente, afetará
O afeto é fogo
E o modo do fogo é quente
E de repente a gente queimará

Realce, realce
Quanto mais parafina, melhor
Realce, realce
Com a cor do veludo
Com amor, com tudo
De real teor de beleza

Realce iêiê, realce iaia
Realce ôôô aaa, realce ôôô eee

Não desespere
Quando a vida fere, fere
E nenhum mágico interferirá
Se a vida fere
Como a sensação do brilho
De repente a gente brilhará

Realce, realce
Quanto mais serpentina, melhor
Realce, realce
Com a cor do veludo
Com amor, com tudo
De real teor de beleza

Realce, realce
Realce eee, realce aaa

Realce iêiêiê
Realce iêiêiê
Realce uauahe
Realce iêi aaaa
(iêiêiêiê oioioioi oiaoiaoiaoia
oieoieoieoieoie oioioioio heia...)

Envie essa música para um amigo
  • publicidade