É Dia De Beber De Novo (Ao Vivo)

George Henrique e Rodrigo

Eu não sei mais o que é dormir em casa
A cama tá do mesmo jeito
amarrotada
Tem um batom e um negócio de passar no rosto
Um lápis em cima da mesa, de passar no olho

E a sua foto tá na minha carteira
Aquela três por quatro onde você tá linda
Dessa vez a chave você não levou
Me avisou que ia embora
E o bobo nem pra dar valor
E se alguém perguntar se dói
Dói dói dói
Não pensei que doesse assim
Seu eu te contar o que eu não contei
E que só você me faz bem
Fui incapaz de te fazer feliz


Por isso hoje é dia de beber de novo
Pensando nela
É dia de chorar de novo e sofrer por ela
E seu eu me embriagar
Garçom me deixe aqui, tá bom
Todo castigo é pouco
Hoje é dia de beber de novo
  • publicidade