Objeto Sim, Objeto Nao

Gal Costa

Um objeto sim, um objeto não
Um objeto sim, um objeto não
Como Rômulo e Remo
Rômulo e Remo aparecerão
No mesmo dia, na mesma cidade
No mesmo clarão
Um surgindo do céu, outro vindo do chão
Um objeto sim, um objeto não
Eubioticamente atraídos
Pela luz do Planalto Central das Tordesilhas
Fundarão seu reinado nos ossos de Brasília
Das últimas paisagens
Depois do fim do mundo
É o reinado de ouro
Depois do fim do mundo
O reino de Eldorado
Depois do fim do mundo virão
Objeto sim, objeto não
Os lumiencarnados seres que esta terra habitarão
O inventivo SI, o inventido GUI
O inventido NI, o inventido FI
O inventado CA e mais uma porção
Dos inventivos significados novos seres que virão
Do fundo do céu, do alto do chão
Do fundo do céu, do alto do chão
Do fundo do céu, do alto do chão
Do fundo do céu...


Gal Costa
Album: Gal Costa
Gravadora: Universal Music International Ltda.
Ano: 2013
Faixa: 8
  • publicidade