Como Um Samba De Adeus

Gal Costa

Quanto tempo
Mina d’água do meu canto
Manso
Piano e voz
Vento
Campo
Dentro
Antro
Onde reside o lamento
Preto
Da minha voz
Tanto
Tempo
Como nunca mais eu penso
Como um samba de adeus
Com que jeito acenar
O meu lenço
Branco
Quanto tempo
Pode durar um espanto
Onde lançar a voz
Tempo tanto


Mina Dagua Do Meu Canto
Album: Mina Dagua Do Meu Canto
Gravadora: RCA Records Label
Ano: 1995
Faixa: 4
  • publicidade