foto

Um Caboclinho

Francisco Alves

Eu arrajei uma palhoça e uma viola
Uma rede e uma gaiola, um cachimbo e um sabiá
Armei a rede pus a gaiola na janela
O sabiá dentro dela e ma ganhei a cantar

Lá das quebradas ouvindo a minha cantoria
Uma fonte me dizia que eu havia de encontrar
Uma cabocla que embalace a minha rede
Que matesse a minha sede que viesse me agradar

Sai pro mato e no que fui berando a estrada
Encontrei meio assombrada essa cabocla
Depois fiquei com ela mais a rede e passarinho
E um cabra barrigudinho parecido com nós dois

Sai pro mato e no que fui berando a estrada
Encontrei meio assombrada essa cabocla
Depois fiquei com ela mais a rede e passarinho
E um cabra barrigudinho parecido com nós dois
publicidade
publicidade