foto

Infinitas Possibilidades

Forfun

Duas libélulas passaram
Voando e anunciando a melodia celeste
Trazendo novos conceitos
A nós, os humanóides na jornada terrestre
Plantou uma muda que brotou
Virou bromélia e enfeitou
Todo jardim com sua cor
Um beija-flor veio e beijou
Agente polinizador
Viveu, morreu e se espalhou

Infinitas possibilidades
O olho atento vai notar tantos detalhes pra se olhar
Infinitas possibilidades

Micromoléculas passaram
Vibrando formam tudo o que os olhos podem ver
E tanto os monges tibetanos
Quanto os físicos quânticos concordam, pode crer
Viu um riacho e mergulhou
Rodou a linha do Equador
Correu o mundo e se encantou
Olhou pra dentro ao respirar
Esqueceu de si pra se encontrar
Sem pressa pra não se atrasar

Infinitas possibilidades
O olho atento vai notar tantos detalhes pra se olhar
Infinitas possibilidades

publicidade
publicidade