Feyjão

Joga a Corda (feat. Marcelo D2)

Feyjão

Não adianta chegar
E esquecer do lugar que se criou
Se levantar
Esquecer de quem não se levantou
Se adiantar e esquecer os amigos da antiga

Não moro mais na favela
Mas vou lá com frequência
Tô ligadão que já virei referência
E faço maior questão de mostrar pros irmãos
Que foi meu violão que me deu projeção

Fiz escola, escolinha
Mas não fui jogador
Fiz até faculdade mas não fui professor
Hoje eu vivo de cantar e tocar
Mas tenho um papo pra dar

Você que atravessou o túnel para o lado de lá
Não pode nunca esquecer quem tá do lado de cá
Quem cresceu contigo tá lá
Então volta lá pra ajudar

Não quero política nem corrupção
Não sou candidato pra nenhuma eleição
É só um papo de irmão
Joga a corda , joga a corda , joga a corda

Ver um menor com um fuzil me corta o coração
Não fico contente com essa situação
É só um papo de irmão
Joga a corda, joga a corda, joga a corda

E nada contra quem volta pra fazer doação
Prefiro quem dá acesso à educação
É só um papo de irmão
Joga a corda, joga a corda, joga a corda

Ver as crianças correndo do lado de um valão
O pai trabalha, trabalha mas não tem um tostão
É só um papo de irmão
Joga a corda, joga a corda, joga a corda

Quanto vale o sacrifício pela felicidade?
Quando vale a dor?
Quanto custa o amor?

Quanto vale a liberdade de viver pela verdade?
Estenda a sua mão
Espalhe o amor

Temos que fazer diferente
Lutar por nossa gente
Viver de verdade parceiro, enquanto eles mentem

Vamos bater de frente
Pra depois bater no peito
Não se prenda ao que não pode
Tudo pode ser feito

Não quero política nem corrupção
Não sou candidato pra nenhuma eleição
É só um papo de irmão
Joga a corda, joga a corda, joga a corda

Ver um menor com um fuzil me corta o coração
Não fico contente com essa situação
É só um papo de irmão
Joga a corda, joga a corda, joga a corda

E nada contra quem volta pra fazer doação
Prefiro quem dá acesso à educação
É só um papo de irmão
Joga a corda, joga a corda, joga a corda

Ver as crianças correndo do lado de um valão
O pai trabalha, trabalha mas não tem um tostão
É só um papo de irmão
Joga a corda, joga a corda, joga a corda
publicidade