foto

Outra Vez

Fernanda Brum

O deserto é o meu lar
Meu instrumento é a minha voz
O meu chamado é clamar o arrependimento as nações
Uma fonte em meio ao deserto
Produz o mel pra alimentar
Meu anseio é gastar a minha vida
E o reino DELE anunciar

Sonharia outra vez
Sofreria outra vez
Valorizo cada instante que passei
Pregaria outra vez
Clamaria outra vez
Arrependam-se oh filhos de Sião

O deserto é o meu lar
Meu instrumento é a minha voz
O meu chamado é clamar o arrependimento as nações
Uma fonte em meio ao deserto
Produz o mel pra alimentar
Meu anseio é gastar a minha vida
E o reino DELE anunciar

Sonharia outra vez
Sofreria outra vez
Valorizo cada instante que passei
Pregaria outra vez
Clamaria outra vez
Arrependam-se oh filhos de Sião
(Bis)

Eu sofreria outra vez
Sangraria outra vez
Morreria outra vez naquela cruz
Não me arrependo de nada
Faria tudo de novo
Eu te amo

Eu sonharia outra vez
Sofreria outra vez
Valorizo cada instante que passei
Pregaria outra vez
Clamaria outra vez
Arrependam-se oh filhos de Sião

Sonharia outra vez, sofreria tudo, tudo outra vez
Valorizo cada instante que passei
Pregaria outra vez
Clamaria outra vez
Arrependam-se oh filhos de Sião

Eu faria tudo, tudo outra vez
Cada lagrima,cada choro outra vez

publicidade
publicidade