Súplica Cearense

Falamansa

Oh Deus!
Perdoe esse pobre coitado
que de joelhos rezou um bucado
pedindo pra chuva caí sem pará

Oh Deus!
Será que o senhô se zangô
e só porisso o sol, arretirô
fazendo caí toda a chuva que há

Senhô!
Pedi paro o sol esconder um pouquinho
pedi pra chuvê, mas chuvê de mansinho
pra vê se nascia uma planta no chão

Meu Deus!
Se eu não rezei direito o senhô me perdoe
eu acho que a culpa foi
desse pobre que nem sabe fazê oração

Meu Deus!
Perdoe eu enche meus olhos de água
e ter lhe pedido cheio de mágoa
pro sol inclemente se arretirá

Desculpe
eu pedir a toda hora pra chegar o inverno
desculpe eu pedir pra acabar com inferno
que sempre queimou o meu Ceará

Lá laia laia laia laia laia (2x)


capa do álbum As Sanfonas do Rei - Tributo Aos 100 Anos de Luiz Gonzaga de Falamansa
Album: As Sanfonas do Rei - Tributo Aos 100 Anos de Luiz Gonzaga
Gravadora: Deckdisc
Ano: 2012
Faixa: 4