foto

Opinião

Elza Soares

Podem me prender
Podem me bater
Podem até deixar-me sem comer
Que eu não mudo de opinião
Daqui do morro, eu não saio, não

Se não tem água, eu furo um poço
Se não tem carne, eu compro um osso e ponho na sopa
e deixo andar, deixo andar

Falem de mim o que quiser falar
Aqui eu não pago aluguel
Se eu morrer amanhã seu doutor,
Estou pertinho do céu.
publicidade