No lombo da minha magrela eu corto o caminho
Beirando riozinho
Na casa da fabrica velha eu fico sozinho
Meu camelo no campinho

Pescoço abre a janela curioso quer saber
Aonde vai aquele mestiço
O que é que ele veio fazer por aqui

Não se assuste meu amigo
Nada de mal vai lhe acontecer
Estou aqui de passagem
E só desejo aprender (2x)
Com você

No lombo da minha magrela eu corto o caminho
Beirando riozinho
Na casa da fabrica velha eu fico sozinho
Meu camelo no campinho

Tanta coisa que aprendi não estava no gibi
Tudo isso que se tem já foi dono de alguém
Em outros tempos

Agora preciso cantar pra minha voz espalhar
E ao seu coração chegar meus sentimentos
Agora preciso cantar pra minha voz espalhar
E ao seu coração chegar meus sentimentos
publicidade