Edvaldo Santana

Amor De Periferia

Edvaldo Santana

[x2]
Quero amor de periferia
Daqueles que os olhos
Se perdem no mar
Quero amor de periferia
Que não vê a hora de chegar

Eu quero campo minado
No olho parado
Fluindo desejo

Onde há cinema falado
Não pé nada dublado ainda
Sinto o seu beijo

Quando é final de encontro
Alguém fica triste
Alguém vai embora

O coração ta no ponto
Ouvindo a canção
Se derrete e chora

Quando o ciume tem cheiro
Ganha novo tempero
O roteiro da paixão

É amor estradeiro
Tem o sol inteiro
E a lua na mão
É amor estradeiro
Tem o sol inteiro
E a lua na mão

[x2]
Quero amor de periferia
Daqueles que os olhos
Se perdem no mar
Quero amor de periferia
Que não vê a hora de chegar

Eu quero campo minado
No olho parado
Fluindo desejo

Onde há cinema falado
Não pé nada dublado ainda
Sinto o seu beijo

Quando é final de encontro
Alguém fica triste
Alguém vai embora

O coração ta no ponto
Ouvindo a canção
Se derrete e chora

Quando o ciume tem cheiro
Ganha novo tempero
O roteiro da paixão

É amor estradeiro
Tem o sol inteiro
E a lua na mão
É amor estradeiro
Tem o sol inteiro
E a lua na mão

[x2]
Quero amor de periferia
Daqueles que os olhos
Se perdem no mar
Quero amor de periferia
Que não vê a hora de chegar

[x2]
Quero amor de periferia
Daqueles que os olhos
Se perdem no mar
Quero amor de periferia
Que não vê a hora de chegar

Eu quero campo minado
No olho parado
Fluindo desejo

Onde há cinema falado
Não pé nada dublado ainda
Sinto o seu beijo

Quando é final de encontro
Alguém fica triste
Alguém vai embora

O coração ta no ponto
Ouvindo a canção
Se derrete e chora

Quando o ciume tem cheiro
Ganha novo tempero
O roteiro da paixão

É amor estradeiro
Tem o sol inteiro
E a lua na mão
É amor estradeiro
Tem o sol inteiro
E a lua na mão

[x3]
Quero amor de periferia
Daqueles que os olhos
Se perdem no mar
Quero amor de periferia
Que não vê a hora de chegar
publicidade