foto

Singapura

Eduardo Dusek

O seu contrato já estava pra terminar
Seu LP não acabou de gravar
Sua vóz cansada lhe obrigava a beber
Pois cada dia mais rouca, cada dia mais louca
O que cantava não dava pra entender

Singapura fora uma cantora de um certo sucesso
Mas o público possesso não tratou a esquecê-la

Foi despedida de uma boate
E num programa levou tomate
Quando cantava todo mundo ria
Só conseguiu emprego numa churrascaria

E um dia, numa última chance conseguiu um teste
Mesmo que eu deteste, vou ter que lhes contar
Desafinouuuuuuuuuu

Singapura, isso é muita nicotina
Pois desde menina você sempre fumou
"O senhor me desculpe, não tenho mais aquele agudo
Por favor, não me culpe
Esta gravadora me deixou com o coração mudo"
publicidade