foto

A Dor Desse Amor

Eduardo Costa

Perdoa, se eu estou te ligando, amor, nesse momento
Mas me fazia falta escutar de novo
Só por um instante sua respiração
Desculpa sei que eu estou quebrando nosso juramento
Sei que existe outro em seu pensamento
Mas meu coração pediu pra te dizer

Que eu estou morrendo
Morrendo por dentro
É tanta saudade
Morando em meu peito

Vida, devolva as minhas fantasias
Meu sonho de viver a vida
Devolva meu ar
Sem seus carinhos
Meu mundo fica tão vazio
Os dias quentes são tão frios
E as noites me trazem
A dor desse amor

Queria te dizer eu hoje estou de bem com a vida
Que não senti nada com sua partida
Mas com um só dedo não se tapa o sol

Estou morrendo
Morrendo por dentro
É tanta saudade
Morando em meu peito

Vida, devolva as minhas fantasias
Meu sonho de viver a vida
Devolva meu ar
Sem seus carinhos
Meu mundo fica tão vazio
Os dias quentes são tão frios
E as noites me trazem
A dor desse amor

Vida, devolva as minhas fantasias
Meu sonho de viver a vida
Devolva meu ar
Sem seus carinhos
Meu mundo fica tão vazio
Os dias quentes são tão frios
E as noites me trazem
A dor desse amor

A dor desse amor

Sem seus carinhos
Meu mundo fica tão vazio
Os dias quentes são tão frios
E as noites me trazem
A dor desse amor

E as noites me trazem
A dor desse amor
publicidade