Ednardo

Ednardo

MPB

Frio Da Serra

Ednardo

Lá em baixo no espaço
As casas estão com frio
Eu vou passar a caminho
Daquela estão do rio

Nesta serra ninguém me vê caminhar
Ninguém me ver caminhar
Eu vou cantar no serão da praça vazia
Pela mão do poste velho
Vou descer o barranco, desfeito na luz

Cantar pra quem não vai me ouvir
Sentar na estrada, contar o meu dinheiro
Arrumar o cabelo e seguir

Arrumar o cabelo e seguir
Arrumar o cabelo e seguir
Arrumar o cabelo e seguir...


  • publicidade