foto

Cariri

Ednardo

Quando eu me banho no meu Araguaia
E bebo da sua água sangue fria
Bichos caçados na noite e no dia
Bebem e se banham eles são comigo

Quando eu me banho no meu Araguaia
E bebo da sua água sangue fria
Bichos caçados na noite e no dia
Bebem e se banham eles são comigo

Triste guerrilha companheiro morto
Suor e sangue, brilho do corpo, medo só
Mas se o corpo desse pó é pó
Um círio da luz dessa dor
Violento amor há de voar
publicidade
publicidade