Ouvir músicas de Dudu Nobre

Sinhá, Sinhá - Gamação - Peixeiro Granfino - Sinhá, Sinhá

Dudu Nobre

Sinhá, sinhá
A hora é essa
Devagar também é pressa

Sinhá, sinhá
A hora é essa
Devagar também é pressa

Sinhá, sinhá
A hora é essa
Devagar também é pressa

Sinhá, sinhá
A hora é essa
Devagar também é pressa

Você foi como veio
Como vento passou
E me deixou

Você foi, você foi, você foi, você foi

Você foi como veio
Como vento passou
E me deixou

Me deixou sofrimento
E o vento levou alegria
Dentro de mim ficou solidão
E cruel nostalgia
Eu tenho tanto amor
Mas não tenho a quem dar
Me roubaste a paz
Ainda hei de te ver
Sofrendo muito mais

Neste amor submerso
És o tema, o poema
Rima rica em meus versos
És o princípio e o fim
Pois és todo o melhor
Que existe em mim

O nosso romance
Teve uma transformação
Já não é amor, é gamação

O nosso romance
Teve uma transformação
Já não á amor, é gamação

Você foi como veio
Como vento passou
E me deixou

Você foi, você foi, você foi, você foi

Você foi como veio
Como vento passou
E me deixou

Peixeiro granfino
Vai para cozinha chamar mamãe, menino
E diz pra ela que tem sardinha
Tem peixe-galo e cavalinha
Peixeiro granfino

Peixeiro granfino
Vai para cozinha chamar mamãe, menino
E diz pra ela que tem sardinha
Tem peixe-galo e cavalinha
Peixeiro granfino

Tem xaréu, xerelete, corvina e taínha
Um bom sirí pra muqueca
Pescado por mano Zeca
Salsa, pimenta-de-cheiro
Faz bom tempero
Azeite de dendê
Vá correndo, depressa, menino pra chamar mamãe
Chegou o peixeiro granfino

Peixeiro granfino
Vai para cozinha chamar mamãe, menino
E diz pra ela que tem sardinha
Tem peixe-galo e cavalinha

Sinhá, sinhá
A hora é essa
Devagar também é pressa

Sinhá, sinhá
A hora é essa
Devagar também é pressa

Quem corre muito se cansa
Hoje eu ando devagar
Mas quando era criança
Tinha presssa de chegar

Sinhá, sinhá
A hora é essa
Devagar também é pressa

Sinhá, sinhá
A hora é essa
Devagar também é pressa

Sinhá, pra que tanta pressa?
Não adianta correr
No final dessa conversa
Você vai me pertencer

Sinhá, sinhá
A hora é essa
Devagar também é pressa

Sinhá, sinhá
A hora é essa
Devagar também é pressa

Se eu corresse não chegava
Onde cheguei sexta-feira
No colo de uma casada
Conquistando uma solteira

Sinhá, sinhá
A hora é essa
Devagar também é pressa...
  • publicidade