Dudu Nobre

Pot-Pourri De Sambas De Roda

Dudu Nobre

Dadá me deu siri com molho de pimenta da Bahia
Dedo-de-moça, malagueta, roxinha, (?) de passarinho
Quando eu provei a labareda me pegou
A labareda, a labareda da
A labareda me pegou, a labareda

A labareda, a labareda da
A labareda me pegou, a labareda

São Cosme quer vadiar

A bença, pai
A bença mãe
A bença, tia
Saravá, vovó maria
São Cosme quer vadiá

São Cosme quer vadiá, São Cosme quer vadiá
Saravá, vovó Maria
São Cosme quer vadiá
São Cosme quer vadiá, São Cosme quer vadiá
Saravá, vovó Maria
Damião não quer deixar

Mandei fazer um tapete de flor cheirosa
Laranjeira, cravo e rosa pra São Cosme vadiá

Vadeia, Cosme, vadeia, quero ver cê vadiá
Vadeia, Cosme, na areia, Damião não quer deixar

Vadeia, Cosme, vadeia, quero ver cê vadiá
Vadeia, Cosme, na areia, Damião não quer deixar

O tacho com fogo por baixo
Sapecou o cacho da menina-moça
Menina correu a roda, me olhou
E me chamou pra sambar

E me chamou pra sambar
E me chamou pra sambar
Menina correu a roda, me olhou
E me chamou pra sambar

E me chamou pra sambar
E me chamou pra sambar
Menina correu a roda, me olhou
E me chamou pra sambar

Ela me deu umbigada
Minha namorada danou reclamar
Morena namoradeira se chegou
E me chamou pra sambar

E me chamou pra sambar
E me chamou pra sambar
Morena namoradeira se chegou
E me chamou pra sambar

Vovó fazia na cozinha xinxim de galinha pra gente provar
Nem viu quando a linda netinha se chegou
E me chamou pra sambar

E me chamou pra sambar
E me chamou pra sambar
Nem viu quando a linda netinha se chegou
E me chamou pra sambar

E me chamou pra sambar
E me chamou pra sambar
Nem viu quando a linda netinha se chegou
E me chamou pra sambar

O tacho com fogo por baixo
Sapecou o cacho da menina-moça
Menina correu a roda, me olhou
E me chamou pra sambar

E me chamou pra sambar
E me chamou pra sambar
Menina correu a roda, me olhou
E me chamou pra sambar

E me chamou pra sambar
E me chamou pra sambar
Menina correu a roda, me olhou
E me chamou pra sambar...
publicidade