foto

Solitude

Djavan

Amor em queda
Mesmo tal moeda
Perde cotação

Um mundo louco
Evolui aos poucos
Pela contramão

O erro invade
Tudo o que é cidade
Cai na imensidão

Guerra vende armas
Mantém cargos
Destrói sonhos
Tudo de uma vez
Sensatez
Não tem vez

Vidas fardos
Meros dados
Incontáveis casos
De desamor
Quanta dor
Muita dor

Parece tarde
Falar de amizade,
Ver com o coração
E desse jeito
Reparar defeito
Estendendo a mão

Guerra vende armas
Mantém cargos
Destrói sonhos
Tudo de uma vez
Sensatez
Não tem vez

Vidas fardos
Meros dados
Incontáveis casos
De desamor
Quanta dor
Muita dor

Quem é que sabe
O quanto lhe cabe
Dessa solitude?
Por isso a hora
De fazer é agora
Tome uma atitude
publicidade