Djavan

Entre Outras Mil

Djavan

O passarinho deixou o ninho cheio de esperança
Hoje vaga na lembrança
O encanto se quebrou
Ficou assim, não mais voou e nem mais nada
Com a asa machucada
E o coração sem amor

Eis-me aqui
E, de novo, sempre a correr igual ao povo
Em busca de alguém que me queira bem
Sendo como eu sou
Que seja alguém com perfil
Peculiar, entre outras mil
Quiçá até me venha a chamar de seu
E eu poder dizer que o mundo é meu

O passarinho deixou o ninho cheio de esperança
Hoje vaga na lembrança
O encanto se quebrou
Ficou assim, não mais voou e nem mais nada
Com a asa machucada
E o coração sem amor

Eis-me aqui
E, de novo, sempre a correr igual ao povo
Em busca de alguém que me queira bem
Sendo como eu sou
Que seja alguém com perfil
Peculiar, entre outras mil
Quiçá até me venha a chamar de seu
E eu poder dizer que o mundo é meu
E eu poder dizer que o mundo é meu
publicidade