Samba De Arerê / Zé Do Caroço (Ao Vivo)

Diogo Nogueira

Meu samba tem muito axé
Quer ver, vem dizer no pé
Escute o som do tantã
Tem samba até de manhã
Pra curar o desamor
E a tristeza afastar
Você que nunca sambou
Se liga tem que sambar

Meu samba é de arerê
Quem samba não quer parar
Na hora do vamo vê
Meu samba é ruim de aturar
Tem o dom de resolver
Deixar tudo no lugar
Você que nunca sambou
Se liga, tem que sambar

Vem ver, o meu povo cantar
Vem ver, o meu samba é assim
Amor, você pode provar
Mas deixe um pouquinho pra mim


Lêlêlele.....

No serviço de auto-falante
Do morro do pau da bandeira
Quem avisa é zé do caroço
Amanhã vai fazer alvoroço
Alertando a favela inteira
Mas como eu queria que fosse em mangueira
Que existisse outro zé do caroço
Pra dizer de uma vez pra esse moço
Carnaval não é esse colosso
Nossa escola é raiz é madeira
Mas é o morro do pau da bandeira
De uma vila isabel verdadeira
É que o zé do caroço trabalha
O zé do caroço batalha
E que malha o preço da feira
E na hora em que a televisão brasileira
Distrai toda gente com a sua novela
É que o zé põe a boca no mundo
Ele faz um discurso profundo
Ele que ver o bem da favela
Esta nascendo um novo líder
No morro do pau da bandeira
Está nascendo um novo líder
No morro do pau da bandeira

Lêlêlele.....
  • publicidade