Moletom (Ao Vivo)

Dilsinho

Chorei​ e você não
Na nossa última conversa no portão
Guardei seu moletom vermelho que deixou cair no chão

E ainda não tomei coragem pra tirar sua escova
Isso não pode ser normal

Tô empurrando com a barriga o meu trabalho
Minhas coisas larguei de mão

E é sempre que eu fecho a porta da sala
E vejo suas chaves lá, eu tô sozinho aqui
Eu já me conformei que não vai voltar
publicidade