foto

Fogueira / Tem Nada a Ver (Ao Vivo)

Diego & Arnaldo

Não para de chover
E eu preciso do Sol pra lembrar seu calor
Se eu te magoei
Desculpa estou aprendendo o que é amor
Nas noites mais escuras
Nos bares, nas ruas, tudo é solidão
Não me deixe sozinho, falta de carinho
Rima com nova paixão
Eu quero o seu amor
Eu quero ser seu homem, se você quiser
Se eu tiver seu amor
Juro não preciso amar outra mulher
Eu quero o seu amor
Eu quero ser seu homem, se você quiser
Se eu tiver seu amor
Juro não preciso amar outra mulher

Não deixe apagar
A fogueira do meu coração
Não deixe apagar
A fogueira do meu coração

Alguém me disse que você falou
Que acha graça e tem pena de mim
Que não me ama, que o nosso caso
Já chegou ao fim

O telefone não atende mais
E pra você agora tanto faz
Se é verdade que você não quer
Responda se puder

Quem é que liga no meio da noite e diz que está sozinha?
Quem é que nos meus braços fala que é só minha?
E chora de emoção na hora do prazer?
Por que será que você não assume
Que eu sou seu homem?
Por que o tempo todo fala no meu nome?
Confessa que você não sabe me esquecer

Tem nada a ver
Você é quem está fugindo da verdade
Parece que tem medo da felicidade
Você diz que não, seu corpo diz que sim

Tem nada a ver
A boca que me beija, a mão que me apedreja
Se deita em minha cama, depois me difama
Diz que não me quer, mas vive atrás de mim
publicidade
publicidade