Um Cara de Sorte (Rock in Rio 2011)

Detonautas

Hoje eu acordei com uma vontade enorme
De sair e andar sem direção
Sem destino e sem medo da morte
Simplesmente andar e ouvir o que dirá meu coração
Eu sempre fui um cara de sorte

E tudo que eu conquistei, foi com o suor do meu trabalho
Eu nunca desisti, não me curvei, não me entreguei, não me deixei levar
Por essa corrente que prende pelos pés,
Ahhh eu arrebentei com os dentes

Não me entreguei
Eu vim lutar
Não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim, ah eu não vou deixar
Alguém conquiste o impossível por mim, eu não vou deixar

Hoje eu acordei com uma vontade enorme
De olhar no fundo dos seus olhos
E te pedir perdão
Por tudo que eu falei sobre o amor,
Sobre nós dois ou sobre o mundo
às vezes eu perco a razão

É que eu não reparei quando você me protegia em silêncio
E eu não soube expressar o meu carinho
O meu amor em palavras de novela
Mas quando a gente cresce a gente aprende a dar valor a quem está perto

Eu vim dizer
Que eu voltei
pro meu lugar
Não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim, eu não vou deixar
Alguém conquiste o impossível por mim, ah eu não vou deixar

  • publicidade