Sua Alma Vai Vagar Por Aí

Detonautas

Você fuma um baseado,
Pega uma carreira,
Toma uma cachaça
E um remédio pra dormir
A sua alma vai vagar por aí
A sua alma vai vagar por aí

Você pede o meu isqueiro,
Bebe no meu copo,
Fuma o meu cigarro
E não me deixa sair
A sua alma vai vagar por aí
A sua alma vai vagar por aí

Faz o que quiser, não tenho nada com isso
Pois, quando eu faço não incomodo ninguém,
Não vou te dizer o que tá certo ou errado
Porque isso não me convém

Você sabe o seu limite, sabe o que te fode,
Sabe o que eu penso então me deixa curtir
A sua alma vai vagar por aí
A sua alma vai vagar por aí

Pede o meu isqueiro,
Bebe no meu copo,
Fuma o meu cigarro
E não me deixa sair
A sua alma vai vagar por aí
A sua alma vai vagar por aí

Faz o que quiser não tenho nada com isso
Pois, quando eu faço não incomodo ninguém,
Não vou te dizer o que está certo ou errado
Porque isso não me convém

A sua alma vaga,
Enquanto tu drogado numa vaga
Estacionado, com seu carro,
Parado, usando a napa
Pedindo cigarros,
E até mermo tragos, que alivia
Vodka pra baixar a pressão,
Que o coração pedia

Junta restos de cerveja,
Dos copos da mesa
Qualquer merda que te entorpeça,
E que faça a tua cabeça
Então cresça, e apareça,
Que é tempo de mudar o planeta
Quebre a tua caderneta,
E largue os ensinos do capeta

Teu apelido é zé droguinha,
Quer docinho, quer balinha
Pra beber champagne, na night,
Em casa come sardinha
Mete bronca de maluco,
Mas tu fica igual uma menina
Disciplina, é esquecida,
Quando tu entope a tua narina

Pra tomar teus md,
Em casa tá sem TV
Teu micro-ondas, paga as contas,
As tuas ondas do Zirrê
Tá no fundo do poço,
E ainda quer cavar uma cova
Senta dentro dela e chora,
Abraçado com a tua droga

Vamos ser sincero e franco,
Sei que aqui não tem nenhum santo
Só que uns ficam perturbando
E outros quieto no seu canto

Sou eu mermo que me banco,
E é cada um aqui com seu vicio
Que vê a hora do espanto
Vai pra escada do edifício
Nicotina adrenalina cocaína
Misturou fez vitamina
Vai acabar perdendo a mina

Sem duvida eu te garanto,
Uma hora acaba o encanto
Tô fugindo de maluco
Com nariz sujão de branco

Você fuma um baseado,
Pega uma carreira,
Toma uma cachaça
E um remédio pra dormir
A sua alma vai vagar por aí
A sua alma vai vagar por aí
A sua alma vai vagar por aí
A sua alma vai vagar por aí
A sua alma vai vagar por aí
A sua alma vai vagar por aí
  • publicidade